Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de utilização. Ao navegar no site está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais fechar
 

Fundação Museu Nacional Ferroviário - Armando Ginestal Machado




Cartão de Cliente
Património Ferroviário Nacional: O Turismo Científico e Cultural

"O Turismo Científico e Cultural como Produto Estratégico"

 

 

 

O Programa Estratégico “O Turismo Científico e Cultural como Produto Estratégico”, aprovado pelo QREN no âmbito do Programa Operacional Regional do Centro e, mais especificamente, Programa Política de Cidades - Redes Urbanas para a Competitividade e a Inovação é constituído por um total de 14 parceiros e 22 projetos, a executar entre setembro de 2010 e dezembro de 2014.

Esta Rede de Cooperação, liderada pelo Município do Entroncamento agrega, entre diferentes entidades, um conjunto de cidades e vilas que apresentam uma forte ligação à ferrovia, materializada pela existência, nesses territórios, de núcleos museológicos, contando com  projectos próprios dos Municípios de Águeda, Bragança, Cabeceiras de Basto, Entroncamento, Valença e Vila Nova de Famalicão e da FMNF.

Por intermédio deste Programa pretende-se atuar numa dupla vertente: por um lado, através da Qualificação da Oferta, continuando a instalação do Museu Nacional Ferroviário no Entroncamento e qualificação dos diferentes Núcleos Museológicos, com vista a um incremento da sua atractividade; por outro lado, através da Criação da Procura, restaurando algum do património ferroviário mais emblemático e consolidando uma imagem comum, passível de ser divulgada nacional e internacionalmente para além dos circuitos habituais. É igualmente potenciada a gestão do património ferroviário, colocando o enfoque no valor económico que este tem condições para criar. As ações que concretizam estes propósitos obedecem às necessidades locais, que são variáveis e aos imperativos comuns de formação de uma verdadeira Rede de Cooperação, assente na importância que o Caminho de Ferro teve e tem no desenvolvimento local e global.

Do portefólio de projetos, numa componente material assente na qualificação da oferta fazem parte projetos de requalificação e remodelação de infraestruturas físicas, o que permitirá o aumento e beneficiação das áreas expositivas do Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento e em vários núcleos. Inclui ainda projetos para o restauro de material circulante como é o caso do Comboio Foguete.

Numa componente mais imaterial, o Programa de Cooperação inclui vários projetos que permitirão à Fundação Museu Nacional Ferroviário e restantes parceiros trabalhar numa lógica de criação de Procura, junto de novos públicos nacionais e estrangeiros. De entre os vários projetos destacamos o Touring – Criação e dinamização de roteiros turísticos e o Projeto Marketing e Promoção.

O Programa inclui ainda dois projetos direcionados para o Centro Nacional de Documentação Ferroviária que consistem na transferência deste Centro para a Cidade do Entroncamento e no tratamento documental e disponibilização de informação histórica de arquivo, essencial para a continuação da investigação e desenvolvimento de novos conteúdos para o público.

 

 

 

A REDE de cooperação é constituída pelos seguintes parceiros:

 

Municipio de Cabeceiras de Basto

Municipio de Bragança

Municipio de Chaves

Municipio do Entroncamento (entidade líder do Programa)

Municipio de Estremoz

Municipio de Vila Nova de Famalicão

Municipio de Águeda

Municipio de Valença

Instituto Politécnico de Tomar

Fundação Museu Nacional Ferroviário

Associação dos Amigos do Museu Nacional Ferroviário

Associação Portuguesa dos Amigos dos Caminhos de Ferro

Associação Portuguesa de Turismo Cultural

Clube dos Entusiastas dos Caminhos de Ferro  

 

 

 Apoio técnico:

 

Instituto Turismo de Portugal

National Railway Museum, York

 

         



« Voltar

 
Partilhar
Contratação pública
 
Este website encontra-se em adequação ao Novo Acordo Ortográfico

Desenvolvido por

Site apoiado por