Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de utilização. Ao navegar no site está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais fechar
 

Fundação Museu Nacional Ferroviário - Armando Ginestal Machado




Cartão de Cliente
Notícias
Eventos

09 Junho 2021

Museu Nacional Ferroviário acolhe Railfest

Programação Cultural em Rede

RAIL FEST – Uma viagem entre territórios, culturas e gerações

Os Municípios do Entroncamento, Águeda e Vila Velha de Rodão acolhem entre junho de 2021 e maio de 2022 o projeto RAIL FEST – Programa Cultural em Rede, uma viagem pelo património ferroviário. O Museu Nacional Ferroviário é parceiro deste projeto e acolhe várias atividades.
Sendo 2021 o Ano Europeu do Transporte Ferroviário, a programação assenta no conceito da viagem, mais propriamente das viagens de comboio, enquanto atividade humana que cruza territórios, culturas e gerações, abrindo caminhos exploratórios para novas aprendizagens e novas experiências, que inclui artistas locais e nacionais, num cruzamento de percursos de vida e de influências.

Esta viagem tem iníciodia 20 de junho, pelas 14h30, data em que recebemos Carlos Vaz Marques com um seminário sobre “Literatura de Viagem”.

O Comboio é sinónimo de viagem. Três escritores premiados que são também três grandes viajantes vêm ao Museu Nacional Ferroviário para uma conversa sobre comboios e Literatura de Viagens. Carlos Vaz Marques, conhecido pelo seu papel de moderador no programa Governo Sombrae pelas entrevistas na TSF, convida Raquel Ochoa, Francisco José Viegas e Afonso Cruz para um encontro onde o universo do Comboio estará em destaque. Está prometida uma viagem literária em primeira classe.

Esta atividade destina-se a todo o público com interesse em viagens e leitura, tendo a duração aproximada de 1 hora, que será acompanhada em Língua Gestual Portuguesa (LGP). O evento tem lotação limitada, sendo necessária inscrição prévia, que poderá ser efetuada a partir do dia 9 de junho, através de mail ou telefone: cultura@cm-entroncamento.pt ou 249 720 400 (tecla 6).

 

Também no dia 20 de junho, pelas 16h00 no Museu Nacional Ferroviário teremos a inuaguração da exposição de fotografia A VIAGEM, exposição de fotografia de viagem Comboio de Ferro” Mauritânia, de Daniel Rodrigues, que estará patente ao público até dia 15 de agosto, podendo ser visitada de terça feira a domingo, das 10h00 às 18h00.

O Iron Train (Combio de Ferro) é um dos comboios mais compridos do mundo com cerca de 2,5Km e a linha faz a ligação entre Nouadhibouh a Zouérat no coração do deserto do Sahara, com uma extensão de 652 km e uma duração de 20 a 24 horas.

“A Viagem” é uma jornada épica onde residentes, com poucas posses, utilizam o hostil comboio para visitar parentes na terra natal ou transportar mercadorias diversas, como animais vivos.As amplitudes térmicas sentidas entre o dia e a noite, acrescidas das nuvens de poeira que submergem os passageiros, produzidas pelos vagões carregados com minerais de ferro que saem de uma mina a 30 km de Zouérat para serem descarregados em cargueiros no porto de Nouadhibouh.

Daniel Rodrigues, começou a sua carreira no Correio da Manhã e colaborou com a Agência Global Imagens, agência responsável pelas fotografias dos jornais Jornal de Notícias, Diário de Notícias e o Jogo. No seu percurso já conquistou vários prémios, dos quais destacamos em 2013 o 1º lugar na categoria Daily Life do World Press Photo, em 2015 um 3º lugar com fotógrafo do ano no POYi, em 2016 um 3º lugar como fotógrafo do ano no NPPA-Best of Photojournalism, em 2017 foi considerado o fotógrafo Ibero-Americano do ano no POY LATAM, entre outros prémios e menções honrosas.

Nesta exposição, Daniel Rodrigues transporta-nos  através da fotografia a viajar no Iron Train, uma travessia que se revela uma experiência severa e enigmática.

Estão agendadas visitas em LGP – Língua Gestual Portuguesa  nos dias 27 de junho, 4, 11 e 18 de julho, às 11h30, mediante inscrição prévia a partir de 9 de junho (lotação limitada) através do email cultura@cm-entroncamento.pt ou através do telefone 249 720 400 (tecla 6).

No fim de semana seguinte, dias 25 a 27 de junho, o Museu Nacional Ferroviário recebe os artistas Dino D’Santiago, The Lengendary Tigerman, Susana Travassos e Pedro Dyonysyo numa viagem por vários estilos musicais.

No dia 25 de junho, pelas 21h00, sobe ao palco Dino D’ Santiago. Músico e compositor português de ascendência cabo-verdiana. Começou por chamar a atenção em 2003, na “Operação Triunfo”. Em 2019, com o disco "Mundu Nôbu", ganhou "Melhor Álbum", "Melhor Artista Solo" e "Prémio da Crítica" dos Play-Prémios da Música Portuguesa, sendo o cantor que mais prémios recebeu nesta primeira edição. Em 2019 pisou palcos como o do Super Bock Super Rock, NOS Primavera Sound (Porto), MED (Loulé), FMM (Sines), entre muitos outros.

No sábado,  26 de junho às 21h00, o Railfest conta com “The Legendary Tigerman”. É o alterego de Paulo Furtado, multifacetado Artista de Coimbra. Inspirado no velho formato de one-man-band, nascido nas margens do Delta de Mississipi, é um conceito adaptado e vivido no Século XXI, com uma espécie muito particular – ao formato analógico tradicional (bombo, prato de choque, guitarra) juntam-se, sem poder, soluções eletrónicas. Recentemente voltou a tocar a solo, mas sendo com banda ou em formato one-man-band, o resultado conhecido é sempre explosivo.

Para terminar o fim de semana em boa companhia, no domingo 27 de junho, pelas 16h00, é a vez de Susana Travassos marcar presença. Cantora algarvia com uma trajetória incomum e uma forte ligação com a América Latina. Viveu quase dez anos entre o Brasil e a Argentina, onde gravou o seu último disco, Pássaro Palavra, e se apresentou ao lado de grandes nomes da música como Toninho Horta, Yamandu Costa, Carlos Aguirre, Chico Cesar, Zeca Baleiro, entre outros. Neste concerto, Susana apresenta temas originais de seu último disco, além de importantes temas de sua carreira que vão do fado ao cancioneiro latino-americano.

Também no dia 27 de junho, às 18h00, sobem ao palco Pedro Dyonysyo & Banda - Estação 1960. Pedro Dyonysyo e a sua banda apresentam temas originais em formato acústico e intimista numa viagem musical no espaço e no tempo. Este espetáculo que irá reunir outras artes para além da música irá vincar referências à sua cidade e ferrovia que darão o mote orientador deste espetáculo montado propositadamente para este evento.

 

Os espetáculos decorrem no Museu Nacional Ferroviário, sendo as entradas gratuitas, com limitação de lugares. Os bilhetes estarão disponíveis a partir de 9 de junho, para levantamento na Galeria Municipal (Centro Cultural), no Museu Nacional Ferroviário ou no local 2h30 antes do espetáculo (caso não esgotem anteriormente). Tendo em conta as limitações, serão apenas disponibilizados 4 bilhetes por pessoa.

As reservas poderão ser efetuadas a partir de 9 junho pelo email cultura@cm-entroncamento.pt ou através do número 249 720 400 (Tecla 6) e devem ser levantadas no local do espetáculo até 30 minutos antes do mesmo. Caso não sejam levantadas nesta condição, a reserva fica sem efeito.

 

O RAILFEST destina-se ao público jovem-adulto e adulto com especial enfoque nas famílias residentes na região centro.

Este programa é cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Centro 2020, Portugal 2020, FEDER- Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

 

MNF, 08-06-2021

Museu Nacional Ferroviário
Rua Eng. Ferreira de Mesquita, n.º 1 A

2330-152 Entroncamento

gps 39.464288,-8.474394

 

www.fmnf.pt

www.facebook.com/Museu.Nacional.Ferroviario   

https://www.instagram.com/museunacionalferroviario

https://www.youtube.com/c/MuseuNacionalFerroviárioPT      


* Campos Obrigatórios






« Voltar

 
Partilhar
Contratação pública
 
Este website encontra-se em adequação ao Novo Acordo Ortográfico

Desenvolvido por

Site apoiado por