Saltar para o conteúdo principal Estrutura do site Mapa do site
Este site utiliza cookies

Utilizamos cookies para lhe proporcionar a melhor experiência de navegação. Ao continuar a navegação neste site está a consentir na sua utilização. Para saber mais sobre cookies, consulte a nossa Política de Cookies.

Editar
Info Museu

17 February 2022

Simulador de Condução Ferroviária

Visite-nos e conduza uma locomotiva elétrica da série 2600 no Simulador de Condução Ferroviária.

Simulador de Condução Ferroviária

O Simulador de Condução Ferroviária GDI, agora recuperado, foi transferido do Centro de Formação do Entroncamento e recorre a um sistema computadorizado moderno, em tudo semelhante aos computadores presentes nas nossas casas.

Esta experiência interativa e imersiva apela aos sentidos visuais, auditivos e táteis, permitindo a habituação aos sistemas de controlo e de segurança mais básicos e essenciais da condução de uma locomotiva elétrica da série “CP 2600". O sistema está ajustado a um grau de complexidade mediano, de modo a tornar a experiência desafiante e pedagógica, mas igualmente divertida e agradável a quem pegar nos comandos. Reproduz o cenário de condução no troço da linha do Norte compreendido entre Entroncamento e Pombal, em 1979 - época do início da carreira das locomotivas elétricas da série CP 2600. De origem francesa, estas locomotivas foram adquiridas em 1974, e tracionaram os comboios rápidos de maior prestígio entre Lisboa e o Porto, como o "Foguete", "Cidade Invicta" ou mesmo o "Sud-Express".

Será o maquinista-visitante o responsável por levantar o pantógrafo, verificar a corrente, buzinar, acender os faróis, cortar a corrente nas zonas-neutras e efetuar um horário, cumprindo as velocidades e as indicações dos sinais.

À saída, é garantida a satisfação da curiosidade que havia à entrada: "Afinal qual é a sensação de conduzir um comboio?"

A partir do próximo dia 19 de fevereiro, esta é uma atividade que decorre mensalmente, no terceiro sábado do mês. Para ter acesso a esta experiência basta inscrever-se através do email servicoaocliente@fmnf.pt .

Saiba mais sobre a história deste simulador:

Em 1992, a CP adquiriu dois simuladores de instrução à Giravions Dorand Industries, uma empresa belga especializada em formação por simuladores que também forneceu equipamentos deste género aos caminhos de ferro franceses e belgas. Hoje, esta empresa faz parte do grupo EADS (European Aeronautic Defense and Space), proprietária da construtora aeronáutica Airbus, e desenvolve simuladores de treino militar.

Existia um simulador em Campanhã e outro no Centro de Formação do Entroncamento.

À época, funcionava com a cabine de condução (controlada por um computador IBM x386) conectada a um posto para o formador (controlado por um computador IBM x486). Quatro leitores laserdisc liam quatro discos com as gravações vídeo de dois troços da linha do Norte – Gaia-Ovar e Entroncamento-Pombal. Um enorme projetor localizado por cima da cabine projetava as imagens numa parede em frente. Havia ainda uma câmara e um microfone que faziam o registo de tudo o que era feito pelo maquinista-formando, para posterior análise e avaliação.

Estes simuladores permitiam a recriação de situações difíceis ou mesmo impossíveis de demonstrar num ambiente real sem pôr em causa a segurança da circulação de comboios, de modo a permitir a familiarização dos formandos com os procedimentos corretos nestas situações particulares. A utilização de simuladores permite a correção e prevenção de erros, aumentando a segurança e consolidando o treino dos maquinistas.

A recuperação deste Simulador de Condução Ferroviária foi possível com a participação da CP Virtual e do Município do Entroncamento.